Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Cartão postal antigo; bilhete postal – old postcard – tarjeta postalantigua –
Editor/publisher M. OROZCO, Rio de Janeiro circa 1904)



MUNIZ BARRETO

 

Francisco MUNIZ BARRETO - Reputado o melhor poeta, repentista do Brasil. Nasceu

na vila de Jaguaripe, Bahia, a 10 de março de 1804, e faleceu em Salvador a 2 de junho

de 1868. Abraçou a carreira militar, chegando a segundo tenente, em cujo posto pediu demissão. Ocupou depois o lugar de escriturário da Alfândega da Bahia, aposentando-se em 1862.

 

CHRISTO NO GOLGOTHA

 

Ao martyrio da Cruz, de bens fecundo,

De Deus caminha o placido Cordeiro!

Em denso véu de trevas o luzeiro

Do dia se retrae com dó profundo.

 

Ao vozear do bando furibundo,

Treme do Golgotha o sagrado outeiro;

Dos rebatidos cravos do madeiro

Brotam faiscas, que dão luz ao mundo.

 

Alli, de sangue lagrimas vertendo,

Da Virgens a superna Magestade

Ao supplicio do Filho assiste horrendo!...

 

Cumprfe-se a pharisaica atrocidade:

Aos seus algozes o perdão dizendo,

Morre o Christo... e renasce a humanidade. 

 

 

(Obs. Conservamos a ortografia original, tal como aparece no cartão).

 

Este exemplar  faz parte de uma coleção de 16 “bilhetes postais” da coleção particular de Antonio Miranda registrada no texto Poesia em Cartão Postal Antigo.

 

 

ESQUECI-ME DE MIM,  PENSANDO NELA

 

Urna noite, em que a lua em céu de estio,

Meiga e serena, prateava o mundo,

Para dar pasto à minha dor, no fundo

De um vale me entranhei, triste e sombrio.

 

De aves noturnas lamentoso pio

O tormento dobrava-me profundo;

Como de acinte, em murmurar jucundo,

Ali de amores me falava um rio.

 

Eis perto ouço um canto magoado...

Olho — era ele de gentil donzela —;

Mas, quando ia a seus pés prostrar-me, oh fado !...

 

Desdenhosa fugiu-me a ninfa bela...

E eu — desde esse instante infortunado —

Esqueci-me de mim, pensando nela.

 

 

 

VARÓN CADENA, Nielson.  Festas populares da Bahia: Fé e folia.   Salvador, Habnia: Edição do Autor, 2015.   304 p.    Capa, projeto gráfico e ilustrações: Mauro Y. Barros.   Ex. Bibl. Antonio Miranda

 

 

HINO DOS ZUAVOS BAIANOS

 

Autor: Francisco Moniz Barreto

 

 

Sou Crioulo da guerra, na crisma
Por Zuavo o meu nome troquei
Tenho sede de sangue inimigo
Por bebê-lo o meu sangue darei

 

D. Henrique Dias
Neto esforçado
Vou a teu brado
Pátria gentil
Mais que o da França
Ligeiro e bravo
Seja o Zuavo
Cá do Brasil

 

Para medo infundir
aos contrários

Tem meu rosto das trevas a cor
Para vidas crestar de tiranos
Tem meu peito do sol o ardor

 

Como penas as armas manejo,
Corro, como o veado, veloz
Quando estranhos me
assanham, me pisam
Sou jibóia, sou onça feroz

 

Contra a hiena cruenta do prata
Contra o monstro
voraz D' Assunção

Raio ardente há de

ser o meu braço

Minha voz temeroso trovão

 

Como a cor, que o

semblante me tinge

Tenho negra minha

alma, a raiuvar

Oh preciso da luz das vitórias

Para clara minha alma, tornar

 

Mata, rouba, incêndio, devasta
Corostiaga, covarde e cruel
Tu a pena, terás de teus crimes
Nós teremos, da glória o laurel

 

De Gonçalves, o

bravo de outrora

Nas refregas de meu Pirajá

Abradarme.que

morra. Oh triunfo

Dentro d'alma a

memória me está

 

Sou crioulo, Zuavo me chamo
De Zuavo, o apelido honrarei
Do meu ferro, nas lides vibrada
Paraguiaoseblancos tremei.

 

 

(*)FonteOAIabama,31deagostodel86A - Os Zuavos representavam o batalhão de soldados alistados na Guerra do Paraguai eque usava um figurino característico semelhante aos Argelinos.

 

 



Voltar para o topo da página Voltar para a página de poesia Brasil Sempre

 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar