Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

XICO CHAVES

 

Francisco de Assis Chaves Bastos nasceu em Tiros, MG, 3m 1949. Artista plástico, poeta, letrista, participou da chamada Geração Mimeógrafo, no Rio de Janeiro. Obras poéticas editadas: Pássaro Verde (1967, mimeógrafada), Consumo 44 (1970, em computador), Pipa (1976), Purpurina (1977), Urucumfumaça (1979, mimeografada, Trincheira de Espelhos (1982) e Poeta Clandestino (1986).

 

 

 

                        a fenda

 

                        a fenda part  indo

                          a terra em   duas partes

                               distintas   divididas

                      frações soltas    no espaço

                     e rasgadas       por um traço

                    de um lado      mutilado

             o submundo feio:    e torto:

                       nas favelas      as tortuosas ruelas

                    no cais do porto      a fossa de sal

                nas alas das fábricas      as mãos de graxa

               nos vales de plantações      a fome em vulcões

                       os ralos dos esgotos      os ratos roendo cheque

e ainda campos de concentração     concentrados

                                    concêntricos     entre arames farpados

                               do outro lado     do outro lado

                           o supermundo     o supramundo

                                  imundo    entre máquinas extrativas

                              o minério    é um mistério

                            radioativo    trocado ao vivo

                                  por um   punhado de matéria

                                        plástica

 

 

 

A arte verbal de vanguarda acima foi publicada inicialmente no Suplemento Cultural do Correio Católico, Ano II, n. 30, 6 set. 1969 e mais recentemente reeditada na da obra: A POESIA EM UBERABA: DO MODERNISMO À VANGUARDA.

Antologia organizada e apresentada pelo poeta GUIDO BILHARINHO.

Uberaba: Insituto Triangulino de Cultura, 2003. 336 p. (Coleção Artecultura)



--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Caro Antonio Miranda,

 

Aí está a Pipa (100 poemas em uma pg formando um rosto- auto-retrato). O lançamento deste livro iniciou os movimentos de espetáculos multimídia no Parque Lage a partir de 1976 (Verão a 1000). Envio também alguns poemas-objeto, performances e foto-poemas de diversas épocas.

Demorou, mais foi. Abração.

Xico Chaves 

Rio de Janeiro, Março de 2008

 

 

*****

Dissolução de Abapuru
Poema de Xico Chaves em exposição no
Museu Nacional da Brasília:

 

Extraidos de:




 

Xico Chaves

CHAVES, Xico.  Poeta clandestino.  Rio de Janeiro:  Editora Núcleo 3, 1986.  S.p.14x21 cm.  Capa: Bel Martins e Xico Chaves.  Foto da orelha: Marco Aurélio Marcondes e  Orella. Ex. bibl. Antonio Miranda

 



Voltar para o Topo da Página Voltar para a Pagina de Poesia Visual Voltar para a Página de Poesia de Minas Gerais

 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar