Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ALEXANDR RODCHENKO
VLADMIR MAIAKOVSKY

O Construtivismo levou ao limite máximo a utilização de letras em suas composições, desde sua utilização nas gravuras, passando pelos cartazes e culminando em projetos para capas de livros, e em cenários de peças teatrais; mas também nos filmes do ciclo “cinema-verdade” e até em fachadas de edifícios. Letras, letras, letras (*). RODCHENKO também fotogramas que foram animados por cineastas que rivalizavam com o que hoje chamamos videopoemes.

Segundo Alexandr Rodchenko, “A pintura não figurativa se desligou até mesmo dos meios expressivos tradicionais” (...), começando a empregar técnicas pictóricas completamente novas que se adéquam melhor às formas geométricas simples, precisas e claras” (em 1921).  Também propugnou o design industrial, a exemplo deste maço de cigarros.
 

ALEXANDR RODCHENKO

ALEXANDR RODCHENKO

CARTAZES de sindicatos projetados e executados por Rodchenko e Maiakovsky em 1925: “O sindicato protege/ o sindicato vencerá”, collage com papéis impressos e colados, tinta nankin e lápis sobre papel...

“O sindicato é um golpe na escravidão da mulher. O sindicato é o defensor do trabalho feminino”, cartaz montado com papéis impressos e retocados com guache (1925

Rodchenko e Maiakovisky (Vladmir) são os autores de cartazes publicitários para um sindicato em que o artista plástico e o poeta constroem significados expressivos quase que exclusivamente a partir de letras e palavras-de-ordem política.  ).   

VLADMIR MAIAKOVSKY

VLADMIR MAIAKOVSKY

VLADMIR MAIAKOVSKY

VLADMIR MAIAKOVSKY

FOTOGRAMA do filme “Kino-Pravda” (Cine-verdade), dirigido por Dziga Vertov, em 1922 e TÍTULOS usados na filmagem, executados por Rodchenko. Dirigida por Dziga Vertov, títulos de Alexandr Rodchenko

*como hoje diriam os pichadores, os letristas que invadem muros e fazem garafismos em paredes e na internet, por meio de pichação luminosa...

 

MAIAKOVISKY VISUAL

Vladmir Maiakóvsky experimentou os modos da poesia em relação com as artes plásticas de seu tempo, como membro do movimento construtivista russo, paralelo ao futurismo italiano. O letrismo, as composições geometrizantes e as colagens estavam em voga, num grupo de artistas revolucionários que eram pintores, escultores, cineastas, teatrólogos, sem falar na arte dos cartazes e todo tipo de arte pública, em espaços abertos, em sindicatos e outros fora da tradição burguesa.

E sua propensão para as vanguardas e expressões visuais vem da infância... Exemplo é esta  carta giratória, espiralada, escrita aos 12 anos, em 1915 (?)

Composição de El Lissitzky para Dlya golosa (Para voz), de Maiakóvski (1923).

Conhecido como "poema-anel" Liu Bliú ("Amo"), numa versão gráfica de Lissitz, de 1923, para o livro Dilú Gólossa (Para Voz), publicado em Berlim.

 


 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar