Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


JOAN BROSSA
ESPAÑA

“Brossa nega a discursividade lógica e joga com as palavras e com as associações fônicas. O centro cabal de sua poesia é a palavra. É no entorno deste elemento que ele organiza o poema. Utiliza as palavras pelo que há de objeto nelas e pela possibilidade de sua representação visual”. GLÓRIA BORDONS

“Brossa, cabe esclarecer, não foi jamais um poeta concreto, no sentido mais estrito que demos ao termo em nosso “plano-piloto para a poesia concreta” (1958). Foi, sim, habilíssimo, sutilíssimo poeta de concreções visuais na linha do “poeme-object” surrealista, do “ready-made de Duchamp e do construtivismo dadaísta de Kurt Schwitters. “ (...) “De seus poemas, os mais próximos das composições brasileiras são, exemplificadamente, composições como “Poema-pistola” (1969-71); a “Elegia al Che” (1971-78); o poema visual “chave” (1972-82); também  se acercam dela o caligrama “Dessota el estels” (1941) (...”  HAROLDO DE CAMPOS

JOAN BROSSA

“A d´ales/ A de alas” In: Poemas visuales. Poemas objetos...
Oviedo: Caja de Asturias, 1997. p. 44-45
Biblioteca Nacional de Madrid.  BNE 10/21910

===========================================









 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar