Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


FERNANDO AGUIAR

FERNANDO AGUIAR
(Portugal)

 

Fernando Aguiar é  o mais internacional dos poetas portugueses da atualidade. Incluído em mais de 60 antologias  em 16 países, 39 exposições individuais de poesia visual  em 8 países e coletivas em três dezenas de países. E intervenções em museus, festivais, bienais, galerias e outros eventos artísticos e literários mundo a fora.  Guardadas as diferenças de tempo e contexto, ele encarna o que Manuel Pires de Almeida (1663) disse da poesia ser a "pintura que fala, e à pintura, ser a poesia muda"... Também Camões , nos Lusíadas canto 7 nos diz  d´"A muda Poesia ali descreve" referindo-se à Pintura.  Mais enfático ainda foi Lope de Vega: "Bien es verdad, que llaman la poesía/ Pintura, que habla, y llaman la Pintura/ Muda Poesia, que exceder porfía." Isso  "porque a imagem é como que um outro gênero de escritura" ( eo quod imago sit ua si alterum scripturae genus) disse Herrera de Garcilazo de la Vega. Fernando Aguiar faz a ponte entre iconografia e poesia, pela visualidade, valendo-se da colagem, associando imagens pictóricas  e letrismo numa grafitagem de ateliê, quando ele não invade o espaço cênico ou opta pelas instalações ao ar livre. É o que eu chamei, em 1962, de "arte verbal de vanguarda".  Antonio Miranda (Brasília, 3 de abril de 2010)

 

AGUIAR, FernandoRevisitación.  Navarrés, España: Babilonia, 2013.  44p. ilus. col.  (Pliegos de la visión, n. 43)  Edición de 250 ejemplares. 

 

AGUIAR, FernandoThis is visual poetry  by  Fernando Aguiar.  ???: chapbookpublisher, s.l.  s.p. ilus. col.  Tiragaem: 30 exs. 


 


Fernando Aguiar

De
Fernando Aguiar
TUDO POR TUDO
Organização de Floriano Martins
São Paulo: Escrituras Editora, 2009.
174 p. (Col. Ponte Velha)
ISBN 978-85-7351-341-15
Edição apoiada pela Direção-Geral do Livro e das Bibliotecas/Portugal


Uma bela surpresa a edição do livro TUDO POR TUDO do nosso amigo Fernando Aguiar no Brasil!  Poemas textuais e visuais, agora acessíveis ao nosso público. Em tempo: Fernando Aguiar é convidado oficial da II BIENAL INTERNACIONAL DE POESIA (de 3 a 7 de setembro de 2010), onde deve apresentar algum de seus trabalhos na exposição OBRANOME III e fazer uma performance durante uma das sessões magnas do evento. Ah, e aproveitaremos para apresentar (e quem sabe) lançar o livro.

Veja dois poemas do livro:

 

O Excesso Inexcedível

 (
o amor que, de resto, pode ser abominável)
Décio Pignatari

se o amor pode ser abominável
a dor é uma sensação adorável.

se o excesso pode ser inexcedível
o pouco é com certeza algo incrível.

se o ostensivo pode ser exigível
o redutor é certamente repreensível.

se a tônica pode ser aconselhável
o inverso é quase sempre miserável.

se a nudez poder ser apetecível
o universo é algo de indizível.

se a palavra é por vezes imperceptível
o que não diz será sempre indiscutível.



        
(A)variações

 

===================================

FERNANDO AGUIAR

FERNANDO AGUIAR

FERNANDO AGUIAR



FERNANDO AGUIAR

 

CARTÕES POSTAIS

Quatro cartões postais, de 1989, da carreira do poeta Fernando Aguiar em suas performances de poesia visual, atividade em que ficou conhecido em toda a Europa como pioneiro na atividade poética de vanguarda. Peças da coleção de A.M.

“SONETO LÍRICO SOBRE O EROTISMO”  1º Festival de Performances y Poesía em Acción. Peniscola, España 1989. Fotografia:Teresa Aguiar)

 

“DIALOGUES”  Fiatal Múveszek Kluna, Budapest, 1989.

 

“ENSAIO PARA UMA INTERACÇÃO DA ESCRITA”  Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian, Lisboa, Portuga, 1985. Fotografia: Raul Ladeira.

 

COLAGEM. 1989

AGUIAR, Fernando. O Dedo  (poema em 22 andamentos)  Lisboa: 1981.  11x31 cm. s.p. formato especial“escrito entre junho de 1977 e março de 1978”. 

 

SEM TÍTULO
fotografia  

Extraído de:

OBRANOME III: Antologia de poesia visual / Poesia Portuguesa. Anthology of Visual Poetry / Portuguese language. Organização editorial, projeto e curadoria Wagner Barja.  Brasília: Edição AVE Promoção e Produção Cultural, 2013. 160 p.  Ilus. col.  23x26 cm.  capa dura.  ISBN  978-85-65010-06-1   Realização Fundação Nacional de Artes – Funarte.   Exposição realizada em Alcobaça, Portugal entre junho – julho 2013.  Col. A.M.  (EE)

Exposição de poesia visual segundo o conceito Obranome, que conjuga artes plásticas, poesia, instalação, videopoemas e outros elementos da integração das artes, realizada no palácio de Alcobaça, onde viveu Inês de Castro, a rainha de Portugal. Inclui artigos de Antonio Grassi, Jorge Pereira de Sampaio, Wagner Barja, João Ferreira, Antonio Miranda, Xico Chaves, Augusto de Campos e Oto Dias Becker Reifschneider em português e inglês. 

Inclui imagens dos trabalhos dos seguintes artistas brasileiros e portugueses

 


Os poetas Antonio Miranda e Fernando Aguiar em Madrid, Eapaña, em dezembro de 2009 durante uma exposição do poeta português na capital espanhola.

Mais poemas visuais do autor em: http://ocontrariodotempo.blogspot.com/  

 

 

Antonio Miranda e Fernando Aguiar voltam a se encontrar... desta feita em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, durante o Belô Poético (15 a 18 de julho de 2010, no Sesc JK).  Além de amigos, têm em comum o interesse pela poesia visual, ideogramática, animaverbivocovual...

 

Página publicada em março de 2008


Voltar a página de Poesia Visual Voltar ao topo da página

 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar