Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




ALEXANDRE DACOSTA

É artista plástico, cineasta, ator, compositor e poeta. Oriundo da "Geração 80", realizou nove individuais, entre elas "Tabela de Cor" (Paço Imperial, 1996). Dirigiu "Edifício Copacabana" (mini-dv 2002) e "Prolixo" (mini-dv 2001). Dirigiu "Maria Leon­tina - Gesto Suspensão" ( 16 mm , 2004). "Bala na marca do pênalti" ( 35 mm , 2003). Sempre escreveu poesia que acabavam virando música. Desde 1996 desenvolve poesia visual, em seu projeto Vínculos de Equilíbrio. (Extraído de República dos Poetas; antologia poética. Rio de Janeiro: Museu da República Editora, 2005)

Vínculos de equilíbrio (tecnopoética)
PROJETANTES 1


 

Alexandre Dacosta é o artista da hibridez, da integração das artes, do que eu prefiro chamar de “arte verbal”. por associar imagens e letras, no caso dele, também palavras ou, no extremo, criando sem palavras. Do poema-objeto ao objeto-poema. Pós-concreto, associa imagens e textos discursivos.


Alexandre Dacosta diz que suas “experiências autorais com poesias gráficas e poemas-objetos começaram em 1996 para os livros de artistas plásticos Dialeto (1997) e Dialeto, volume II (2000), continuaram no álbum de serigrafias da exposição coletiva Pequenos delitos (2000), no libreto Vínculos de equilíbrio – tecnopoéticas, impresso em fotocópias pelo CEP 20.000 (2004), e na antologia poética República dos poetas (2005), publicado pela editora do Museu da República” onde nós o descobrimos.

Agora, ele nos envia um exemplar do excelente e bem editado[ tecnopoética ], da 7LETRAS, do Rio de Janeiro,2010, de onde extraímos mais 4 exemplos para demonstrar sua inventividade. Vale a pena seguir os passos deste poeta, artista plástico e gráfico.

 

 

POLÍGONO
objeto
 

Extraído de:

OBRANOME III: Antologia de poesia visual / Poesia Portuguesa. Anthology of Visual Poetry / Portuguese language. Organização editorial, projeto e curadoria Wagner Barja.  Brasília: Edição AVE Promoção e Produção Cultural, 2013. 160 p.  Ilus. col.  23x26 cm.  capa dura.  ISBN  978-85-65010-06-1   Realização Fundação Nacional de Artes – Funarte.   Exposição realizada em Alcobaça, Portugal entre junho – julho 2013.  Col. A.M.  (EE)

Exposição de poesia visual segundo o conceito Obranome, que conjuga artes plásticas, poesia, instalação, videopoemas e outros elementos da integração das artes, realizada no palácio de Alcobaça, onde viveu Inês de Castro, a rainha de Portugal. Inclui artigos de Antonio Grassi, Jorge Pereira de Sampaio, Wagner Barja, João Ferreira, Antonio Miranda, Xico Chaves, Augusto de Campos e Oto Dias Becker Reifschneider em português e inglês. 

Inclui imagens dos trabalhos dos seguintes artistas brasileiros e portugueses.


 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar