Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 






NEFELIBATA

Para Gustavo Gutierrez

 

 

I

Ir no sentido contrário

contra o fuso horário

e chegar antes de ter saído

(ou nascer antes de ser parido).

 

Do avião, tudo é plano

- asas tão frágeis, plainando –

está-se confinado, no alto, surfando

entre nuvens, suspenso no ar

no limite das sensações e idéias

levitando, o corpo flutuando

nas entrelinhas do pensamento

assustado, trepidando, pressurizado

numa caixa móvel de chocolates

importados, celebrando, relembrando.

 

 

II

Nas alturas de Macchu Picchu

com Gustavo Gutiérrez, nós

mochileiros em férias, arfando

nas ladeiras rarefeitas de La Paz

na quietude altiva do lago Titicaca

(espelhando nevados e nuvens

andarilhas), no topo do mundo.

 

Caçando palavras no firmamento

avivando sentimentos despegados

numa geografia tão vasta mas

que não basta para meu encantamento.

 

 

III

Francamente, a estas alturas

que importa a criatura?

 

A máquina me transporta

mas eu chego antes

numa ânsia de espaço incontido

em tempos simultâneos, instantâneos

numa ubiqüidade própria

dos não-lugares.

 

A dez mil metros de altitude

tudo se relativiza

- em movimento mas estacionado –

as nuvens é que expandem

seus volumes luminosos.

 

Poderia estar mais perto de Deus

se o universo não fosse infinito

sem teto, sem fundo, sem nexo.

As nuvens em qualquer direção.

 

 

IV

Nuvens fossilizadas, pintadas nas paredes

de um restaurante de beira de estrada

- no Peru, na Bolívia – ou no presépio

feitas de algodão doce e colorido.

 

Ou nuvens que assumem formas humanas

enquanto eu, por opção ou circunstância

aperto o cinto e vivo nas nuvens.

 

Não obstante,

em Tiahuanaco, o tempo é sólido.

 


Antonio Miranda e Gustavo Gutiérrez nas alturas de Machu Picchu (Peru, 1968).

 

Poema extraído do livro RETRATOS l& POESIA REUNIDA (Thesaurus, 2004)

 

 

 

Arte gráfica: Edson Guedes de Moraes
– Editora Guararapes – PE - 2016

 

 

 


 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar