Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

OSWALDO ABRITTA

 

(1908-1947)

Oswaldo José Abritta nasceu em 1908, no distrito de Cataguarino, município de Cataguases.

Formado em Direito.

Participou da criação da revista VERDE, em 1927.

 

Extraído de

 

VERDE. Revista Mensal de Arte e Cultura.   São Paulo: 1978.  Caixa de papelão contendo 7 (sete) exemplares (fac-similares) da revista VERDE, de Cataguases Minas Gerais, dirigida por Martins Mendes e Rosario Fusco.        Supervisão gráfica: Diana Mindlin. Patrocínio: Metal Leve S.A.  Ex. bibl. Antonio Miranda

 

O POEMA DO MEU PRIMEIRO AMOR

 

Ha um sussurro vago dentro da tarde vaga.

Um sussurro leve como um sonho
e breve como a felicidade...

 

Ao longe

vae se accendendo aos poucos a cidade...
a cidade pequenina do meu sonho,
do meu sonho de Poeta...

 

A cidade pequenina onde ella vive...

E esse sussurro vago

Vem me trazer a lembrança della

que ficou do outro lado do meu desejo...

A lembrança della

que vive no meu pensamento...

 

E eu nunca poderei esquecel-a
porque se eu a esquecer
eu terei um grande remorso...
e eu não me quero afastar
da felicidade...

 

Ao longe

Vae se accendendo aos poucos a cidade...
e ella está tão distante! tão distante!...

 

OSWALDO ABRITTA.

        

         (poema publicado originalmente na edição da revista
VERDE, Número 1, Anno 1, Setembro 1927, Cataguases, MG)

 

 

 

Página publicada em fevereiro de 2019


 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar