Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

DONZILIO LUIZ DE OLIVEIRA

 

De

ROSÁRIO DE TROVAS
Brasília: Academia Ceilandense de Letras, 2009
ISBN  978-85-61326-10-4


 

0 poeta pinta e borda

Num potencial enorme

Dormindo sem sonho, acorda,

Sonhando acordado, dorme.

 

Cada vez que, de aguardente,

A gente ingerir um porre

É um pedaço da gente

Que ao lado dele morre.

 

Na hora de plantar temos

0 direito de escolher,

Mas o mesmo não faremos

No momento de colher.

 

Assim como gotas d'água

Que acabam enchendo o pote,

Parei de receber mágoa

Não tenho mais onde bote.

 

Quando vir que minhas mãos

Não servem mais pro trabalho

Procurarei meus irmãos

E das mãos deles me valho.

 

Ouvi algo que dizia:

SOS. Estou no fim

Quando vi era a poesia

Pedindo socorro a mim.

 

*

 

O erro ao homem domina,

Até a justiça erra.

Não a justiça divina,

Mas a justiça da terra.

 

Tanto réu, quanto juiz,

Erram sem necessidade:

O juiz foi infeliz,

O réu errou por maldade.

 

Precisamos aprender

A perdoar os irmãos

Não podemos é fazer

Justiça com as próprias mãos.

 

Quem o alheio cobiça

Só não sabe o quanto custa

Porque a própria justiça

No julgamento é injusta.

 

Justiça no céu e na terra

Nas duas, o que desperta

É que a de lá nunca erra

E a de cá pouco acerta.

 

Há erro de ponta a ponta

Entre justiça e jurados:

Não vejo quem faça a conta

Dos que são injustiçados.

 

 

 

 

OLIVEIRA, Donzilio Luiz deEsse ou este? Onde ou aonde? E agora?... Tópicos  gramaticais da Língua Portuguesa em Quadras e Trovas.    2a. ed.  Brasília:  Conhecimento Editora, 2008.  116 p. ilus.  “ Donzilio Luiz de Oliveira “ Ex. bibl. Antonio Miranda.

 

 

 

HOMÓGRAFOS

 

Homógrafas eu diria

Que são as palavras com

Igualdade de grafia,

Mas diferença de som:

 

Rolo (ô) e rolo (ó), tudo igual,

Somente o som vai mudar,

Rolo (ó), de forma cilíndrica,

E rolo (ó), ação de rolar.

 

Molho (ó) e molho (ô), não se deixe

Enganar pelas grafias:

Aquele, um pequeno feixe,

Esse, um caldo de iguarias.

 

 

INCLUÍDO OU INCLUSO?

 

Verbo incluir, não permite,

Desta regra, nosso uso:

 

"Com ter e haver, incluído,

com ser e estar, incluso".

 

Use somente incluído

Com qualquer auxiliar,

Seja com ter e haver,

Seja com ser e estar:

 

Eu tinha (havia) sido incluído

Na lista dos aprovados.

Meu nome esteve (foi) incluído

Entre os melhores colocados.

 

Mas, na ausência do verbo,

Não siga no mesmo uso,

No lugar de incluído,

 

Dê preferência a incluso:

Cem reais, taxas inclusas.

Baratinho, baratinho,

Outras despesas inclusas,

Aumenta só um pouquinho...

 

 

 

 

 

Página publicada em setembro de 2009

 

 


Voltar à página do Distrito Federal Voltar ao topo da página

 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar