Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




CARLOS AUGUSTO CACÁ

 

Foi jornaleiro, garçom, faxineiro, alfaiate e bancário. Cursou sociologia e licenciatura em ciências sociais na Universidade de Brasília. Escreve poesias, contos, crônicas e artigos para periódicos culturais. É ator de teatro, no grupo do Sesi de Taguatinga, DF e ganhou um prêmio principal da Feira de Artes e Ciências do DF, em 1976. Fundador da Associação de Arte e Cultura de Taguatinga, presidente da Federação de Teatro Amador e foi membro do Conselho de Cultura do DF. Participa da edição da revista Tribo das Artes .

 

 

TRIBO

 

Eu ontem comecei a ir.

Fui belo como convém.

Em se tratando de ir,

Vai-se muito mais que vem.

 

Hoje retornei a ida

Sem ter certeza dos planos.

A procura da saída

Pode atravessar os anos.

 

Amanhã irei de novo,

Até encontrar meu povo.

Pode ser que não consiga.

 

Caminhar é meu enredo.

Vou indo, mesmo com medo.

O próprio medo me obriga.

 

 

Extraído de seu livro de estréia Fadas Guerreiras; poesias. Brasília: LGE Editora, 2003.

 

 

 

Um dos cartazes de divulgação da I BIENAL DO B – A POESIA NA RUA, realizado no Espaço Cultural T-Bone, em Brasília, 2011, em substituição à II BI – Bienal Internacional de Poesia de Brasília.

 

 

 

 

 

 

 

 

 




 

 

 

 


 

 

Voltar à página do Distrito Federal Voltar ao topo da página

 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar