Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BIC PRADO

Nasci em Brasília, Fabiane Prado Silveira, sou conhecida por Bic e adotei o Prado em homenagem a meu avô,Onofre, Pioneiro. Este meu primeiro livro surge a partir de temáticas ambientais, revelando momentos simples e cotidianos da cidade e do campo. Brasília tem este aspecto muito peculiar de cidade verde. Nascida aqui, tento compreender a influência dessa extensão bucólica em nossas vidas, suavizando a urbanidade da cidade ampla e moderna.

Bacharel em Interpretação Teatral e Licenciada em Artes Cênicas, busco elementos cênicos para minhas intervenções. Vários poemas procuram seus ritmos nas palavras, com pesquisa sonora e cognitiva que ligue o texto aos processos de percepção do leitor ouvinte. Para certos poemas, foram criadas melodias, algumas inspiradas em

embriões melódicos de aves silvestres. Meu trabalho busca o envolvimento e a participação direta com o público e o compartilhar de ideias e reflexões sobre a vida. Desenvolvo uma temática infantil, buscando valores de transmissão de conhecimento através da linguagem poética. Pretendo assim, desenvolver uma linguagem universal, que possa ser compreendida por várias gerações de leitores. A poesia de todas as cores, com linguagem simples, que

conta um pouco da minha relação com a cidade e com o campo. Inspiração também na arte musical de Brasília, no Choro, nas Danças de Roda ou simplesmente nas maravilhosas Árvores ancestrais da cidade e em seus habitantes.

 

De
Bic Prado
Poemas de um livro verde.
Brasília: Athalaia Gráfica e Editora, 2010.          
109 p.  (Coleção Oi Poema, v. 4)  Apoio do FAC
ISBN 978-85-62539-14-5

 

ARVORE

 

ARVORAREI AO VENTO

POR ENTRE AS FLORES

DAS PONTINHAS DAS ÁRVORES

CHEIRO BOM!

 

O BICHO

L1MPAOBIGODINHO

NOS GALHOS GROSSOS DELA!

 

Al ÁRVORE

ABRAÇO NA VISTA DO VENTO

 

QUE SÓ VENDO!

 

 

TRANÇA

 

TRANÇA

ROSA E ALECRIM

AMARRA COM AÇAFRÃO

BEIJA A BOCA DA MÃO

PENTEIA OS CABELOS DELA

ROSA AMARELA

LICOR DE LIMÃO

LARANJEIRA

NA FLORADA DA JANELA

LIVRA

DANÇA DE RODA

LIVRE

ESTICA

AMARRA A TRANÇA

COM AS FLORES DELA

 

POEMAS  DE  UM  LIVRO  VERDE

 

 

SINHINHOS

 

CHOVEU

CHOROU

CHUVA

CHOVE

CHUVA

ÁGUA

CHORA

CHOVE

ÁGUA

CHORA

CHUVA

CHORA

CHUVA

CHOVE

ÁGUA

CHOVE

CHUVA

ÁGUA

CHORA

CHOVE

CHUVA

 

***

 

Pra que chorar

A chuva já dá

Consolo

Da vida do rio passando

Rio

Passador de passagem

Chuva no ninho

Chuva no galho

Chuva na folha

Chuva no pé do caminho

 

 

CHOVEU

 

CHOROU UMA RAM1NHA

EM TUDO O QUE É PÉ DE PLANTA

 

***

 

 

FLOR

 

NASCE FLOR

ABRIU

VÊ O DIA PASSAR

ACOMPANHA

VEM FORMIGA

VEM ABELHA

BEIJA A FLOR

PASSARINHO

BORBOLETA

DEPOIS SECA

E VIRA FRUTA

FRESCA

 

***

 

FLOR

DE LARANJEIRA

TEM ESPINHO

E TAMBÉM TEM

PÉ DE NINHO

PÉ DE FLOR DE PASSARINHO

 

 

GRUPO OIPOEMA na Pré-Bienal Internacional de Poesia,
 Brasília 14 e 15 de outubro de 2010

No alto: Angélica Torres Lima, Bic Prado, Nicolas Behr. Sentados: Cristiane Sobral, Luís Turiba, Amneres.

Foro: Ivan Malta

 

 

Página publicada em dezembro de 2010

 

Voltar para a  página do Distrito Federal Voltar ao topo da página

 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar