Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PONTES DE MIRANDA

 

 

Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda (Maceió, 23 de abril de 1892 — Rio de Janeiro, 22 de dezembro de 1979). Autor de livros nos campos da Matemática e das Ciências Sociais como Sociologia, Psicologia, Política, Poesia, Filosofia e sobretudo Direito, tem obras publicadas em português, alemão, francês, espanhol e italiano.

 

Aos dezenove anos formou-se bacharel em Direito e Ciências Sociais (1911) pela Faculdade de Direito do Recife (hoje integrante da Universidade Federal de Pernambuco), mesmo ano em que escreveu seu Ensaio de Psicologia Jurídica, o qual foi alvo de elogios de Ruy Barbosa.

 

Foi professor honoris causa da Universidade de São Paulo, Universidade do Brasil, Universidade do Recife, Universidade Federal de Alagoas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e Universidade Federal de Santa Maria (RS). Foi desembargador do antigo Tribunal de Apelação do Distrito Federal e embaixador do Brasil na Colômbia.

 

Em sua produção bibliográfica, 144 volumes dos quais 128 estudos jurídicos, destaca-se seu Tratado de Direito Privado, obra com 60 volumes e mais de 30 mil páginas, concluído em 1970. Suas primeiras obras - À margem do direito (1912) e A moral do futuro (1913) - foram à época elogiadas pelos juristas Clóvis Beviláqua, Ruy Barbosa e pelo crítico literário José Veríssimo. Por duas vezes foi premiado na década de 1920 pela Academia Brasileira de Letras, da qual tornou-se imortal em 1979. Seus prêmios: Prêmio da Academia Brasileira de Letras (1921) por A Sabedoria dos Instintos e Láurea de Erudição (1925) por Introdução à Sociologia Geral.

 

É considerado o parecerista mais citado na jurisprudência brasileira. Sua biblioteca pessoal (16.000 volumes e fichário) hoje integra o acervo do Supremo Tribunal Federal. Paulatinamente, desde a década de 1990, suas obras estão sendo atualizadas e retornando ao mercado editorial brasileiro, através de várias editoras. Autor de influência alemã, introduziu novos métodos e concepções no Direito brasileiro, nos ramos da Teoria Geral do Direito, Filosofia do Direito, Direito Constitucional, Direito Internacional Privado, Direito Civil, Direito Comercial e Direito Processual Civil.

 

Foi eleito em 8 de março de 1979 para a cadeira 7 da Academia Brasileira de Letras, sucedendo o também jurista Hermes Lima.  Fonte: wikipedia

 

 

POESIE EN FRAN�AIS

 

MIRANDA. Pontes de.  Penetração.    Rio de Janeiro: 1930.     Inclui o tríptico: 1. (ou o Eu deante do Mundo). 2. Peregrinação (ou o Caminho do Mundo). 3. Penetração (ou o  Debruçar-se sobre Si-Mesmo).   “Tiraram-se, em 1ª. Edição, 100 exemplares em papel de Rives, numerados I a XXV, 1 a 25, A a Z, rubricadas pelo autor.  Impresso  nas Officinas da Imprensa Nacional. 26 p.  23x28 cm.  O exemplar inclui 4 xilogravuras do autor, sem assinatura.  Col. A.M. 

               (fragmento)

 

EU me fiz espelho. E sonhei. Vi em mim tudo,

tudo reflecti.

A mais subtil encrespação das coisas

subitamente vinha, reflectia-se, ficava

na superfície lisa, dócil, do meu espelho,

do meu espelho original.

Havia no crystal consciência, havia no espelhar a força

de sentir que espelhava, que reflectia,

e cedo acabei por ver na copia, no milagre

de trasladar a mim o que lá fora andava,

quanto é pobre e irreal a exacta riqueza

do que eu via.

O exacto havia de ser bem differente

do que exactamente, fiel, se reflectia.

Vi que ao visto escapara o real que eu não vira,

que ver certo era errar,

que a consciência de ver, que eu ambicionava,

era o esforço do Homem para ver

differente, inhumano, invisivo.

(...)

REVISTA DA ACADEMIA BRASILIENSE DE LETRASDireção: Antonio Carlos Osorio.  Brasília. No. 10 – Março 1991.  Ex. bibl. Antonio Miranda

 

 

POESIE EN FRANÇAIS 

 

EXTENSION

 

 

Sur la blancheur opaline du papier, à ma table,

les traits noirs de la pensée

tombent.

 

Je flaire le parfum envolé de la fleur d'oasis qui dans

le désert a pointé.

 

En moi, mortel,

la voix silencieuse dit

que la fleur ne mourra pas.

 

 

JOB

 

Je n'ai rien perdu et je n'ai pu oublier

le peu de vie

que mes yeux

ont vécu

et mes oreilles entendu,

le peu de vie

que le fruit et le vin,

les lèvres

été les parfums

ont versé

dans mes nerfs

et dans mon âme.

 

J'ai tout gardé.

 

Dans la plénitude et dans l'abondance

de moi-même,

ie suis riche.

Et j'ai pitié,

une pitié infinie et charitable,

de Job millionnaire

et de ceux qui n'ont pas

et n'ont pas eu

la grâce

des grandes choses

superflues.

 

 

 

SORCELLERIE

 

Je t'invite

à mon repaire de sorciers,

ou bouillone

l'or, l'or liquéfié, l'or écumant des passions,

et les flammes

des idées

tournoient,

montent en l'air, brandillantes, en léchant le sang des parois.

Sorcellerie ! Sorcellerie !

 

Ici, dans l'obscurité illuminée,

je manipule,

avec mes passes

originales,

avec mon dynamisme intérieur,

les cristaux rutiles

d'une Pensée placide,

d'une Forme

tranquille.

 

 

 

BALLET GREC  

 

Ici,

autour de moi, Elle dansa.

Les pieds nus,

la chevelure dénouée,

Elle dansa.

 

 

Tout autour,

je vis

que tout regardait

l'élégance, la souplesse, le planement, la montée,

le corps, harmonieux, qui pirouettait,

les courbes fines,

brèves, mais perceptibles,

les traits légers,

rapides comme

des serpentines

invisibles.

 

 

O Toi qui passes,

distrait,

quoi que tu fasses,

jamais tu me pourras la voir.

 

Mais ne t'approche pas de la dentellerie

magique, qui ne cessa d'exister

et s'acheva sans prendre fin.

 

 

Laisse danser,

danser

danser,

autor de moi,

la Souvenance

de la Danse.

 

Página publicada em maio de 2013; ampliada em junho de 2019.


 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar