Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ALCIONE SORTICA

 

Alcione Sortica é um escritor - contista, cronista, ensaísta, poeta gaúcho - e ativista cultural, membro e Presidente do Conselho Fiscal da Academia de Artes, Ciências e Letras Castro Alves e Vice-Governador da Associação Internacional Poetas para o Rio Grande do Sul .

Fonte: https://citacoes.in/autores/alcione-sortica/

 

POETA, MOSTRA A TUA CARA.  Vol. 6.   XVII Congresso Brasileiro de Poesia.  Org. Ademir  Antonio Bacca e Cláudia Gonçalves.  Bento Gonçalves, RS: Grafite, 2009.  256 p.   Ex. bibl. Antonio Miranda

 

 

        PRECE

Num mundo onde grassa a corrupção,,
obrigado, Senhor,
pelos que detêm o poder
e, ainda, lutam par continuarem honestos.
Por aqueles que não põem a honradez à venda,
seja à vista, a prazo, pré-datado, no cartão...
Num mundo de gananciosos,
soberbos, egoístas,
Te agradecemos, Senhor,
pelos desapegados,
pelos amigos sinceros,
pelos que praticam caridade,
pelos humildes, pelas almas puras,
pelo povo simples.
Num caldeirão de desesperanças,
grato, Senhor,
pelos que ainda têm a coragem de esperar.
Num mundo de iconolatria,
materialismo, exibicionismo,
obrigado, Senhor,
pelos espiritualistas,
pelos que meditam,
por aqueles a quem amamos.
e por aqueles que nos amam,
e, sobretudo,
pelos que ainda acreditam.
Num mundo onde muitos     
só pensam no estômago,
obrigado, Senhor,
pelos que ainda possuem um coração.
Numa era de guerras, carnificinas,
ódios descabidos, torpes vinganças,
como Te agradecer, Senhor,
pelas famílias, pelas boas lembranças,
por um sorriso franco, pelos pássaros,
pelas nossas crianças?
Num mundo de ódios raciais, de lutas religiosas,
de inconcebíveis preconceitos e constantes
desavenças,
graças Te damos, Senhor,
pelos amigos de todas as idades, de todas as
raças,
de todas as cores e de todas as crenças.
Num mundo de governos destrambelhados,
de discursos vãos, caras-de-pau,
arautos funéreos, falsos profetas,
valores às avessas,
não sabemos como te agradecer, Senhor,
pelos que ainda mantêm a ética,
cultivam a verdade,
cumprem suas promessas,
Puxa, quase me esqueço!
E obrigado, também, pelos poetas...

 

 

        MÃE DE CALÇADA

Num canto sentada.
Sem mundo,
um pedaço de calçada,
seu firmamento,
uma quincha de ponte,
seu filho,
uma esperança de nada.
Um dia, o vazio.
Onde hoje encontrar
seus olhos tristonhos,
seu filho,
sua vida,
seus sonhos?...

 

 

Página publicada em julho de 2020




 


 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar